COMO MONTAR SUA ÁRVORE GENEALÓGICA copia

Como fazer a sua árvore genealógica

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O que é uma árvore genealógica?

Árvore genealógica será um termo do qual você vai ouvir falar muito, caso esteja iniciando ou queira iniciar o processo de reconhecimento da cidadania italiana e não só essa cidadania. Para o reconhecimento de outras nacionalidades, como cidadania alemã, cidadania espanhola, cidadania portuguesa, cidadania polonesa ou qualquer outra, você precisa descobrir quem é o seu antepassado que nasceu no exterior e emigrou para o Brasil, dando origem à sua família.

arvore genealogico familiar

Árvore genealógica, basicamente, é a sua linha de ascendência, partindo de você, até chegar no seu antepassado nascido na Itália, na Alemanha, Portugal, Espanha, Polônia ou qualquer outro país. Quando estiver fazendo a pesquisa genealógica para montar a sua árvore, você vai ser surpreender com a quantidade de dados e informações que você vai encontrar. 

E não desanime se chegar um momento em que você não consegue avançar por conta própria. Os documentos mais antigos, normalmente não possuem tantas informações como os documentos mais recentes, visto que naquela época os registros eram realizados somente com uma declaração verbal, sem necessidade de apresentar nenhum documento.

Serviço de Pesquisa Genealógica 

Dicas para fazer a árvore genealógica

Árvore genealógica imprimir e preencher grátis e online TCI
Árvore genealógica imprimir e preencher grátis e online TCI

Uma árvore genealógica pode conter diversas informações sobre os antepassados, dentre elas: nome completo, data e local de nascimento, data e local do casamento, data e local do óbito, profissão, etc.

Recomendamos que você anote, no mínimo, as seguintes informações na sua árvore genealógica:

  • Nome completo de todas as pessoas pesquisadas;
  • Data e local do nascimento das mesmas

Como construir a árvore genealógica

Normalmente, quando começamos a montar a árvore genealógica, não temos muitas informações sobre nossos antepassados. Sendo assim, a melhor forma é começar por nós mesmos. O que isso significa?

1) Você terá o nome fictício de Ariel. Pegue a sua certidão de nascimento.  Emita uma nova via da certidão em formato inteiro teor. Leia com atenção a sua certidão de nascimento e anote os dados que o documento possui. 

Veja o exemplo:

 

Informações que foi possível obter nesta certidão de nascimento de Ariel: 

– Nome dos pais e naturalidade. Não consta o local de nascimento, mas consta o local de residência. 

– Profissão dos pais

– Nome dos avós paternos e maternos

– Idade da mãe 

– Declarante do nascimento (quem foi no cartório registrar a criança) – importante para verificar se você tem direito.

No exemplo acima, se tem um pouco mais de informações da mãe da criança. Faça o mesmo com a certidão de nascimento dos seus pais. Eventualmente, no final da certidão de nascimento, pode constar a anotação do local onde a pessoa casou e/ou faleceu. Informações que também ajudam você a encontrar de forma mais rápida os registros civis necessários para o reconhecimento da cidadania italiana.

Você pode optar por seguir a pesquisa somente pelo seu pai ou pela sua mãe. Mas para ter sua árvore genealógica completa, precisa reunir os documentos e informações tanto da linha de ascendência materna, quanto paterna. 

2) Seguimos com o exemplo do nascimento da mãe de Ariel, dona Maria emitida em inteiro teor:

 

Informações que foi possível obter nesta certidão de nascimento: 

– Nome dos pais e naturalidade

– Local de casamento dos pais.

– Profissão dos pais

– Nome dos avós paternos e maternos 

– Declarante do nascimento (quem foi no cartório registrar a criança) – importante para verificar se você tem direito.

No final consta o local de casamento da mãe.

Localizados e emitidos os documentos dos seus pais (nascimento, casamento e óbito se forem falecidos), é hora de procurar por seus avós. E aqui você se deparará com quatro linhas de ascendência, uma de cada avô. Ou seja, quatro possibilidades de ter um antepassado europeu.

Lembre que no nascimento da mãe de Ariel consta o local de casamento dos pais dela, ou seja, a localização do casamento está realitvamente fácil, mesmo não constando a data de realização do matrimônio civil.

3) Casamento dos avós maternos Pedro e Catarina:

Informações que foi possível obter nesta certidão de casamento dos avós maternos Pedro e Catarina: 

– Data e local de nascimento dos noivos (ajuda a encontrar os nascimentos dos avós)

– Nome dos pais, data de nascimento e naturalidade

– Local de casamento dos pais. 🙂

– Profissão dos pais

Portanto, até aqui você já tem as informações dos bisavós, ainda nascidos no Brasil. Continue a pesquisa, seguindo as dicas acima. Não confie totalmente nas datas, idades, e grafia dos nomes e sobrenomes, pois lembre sempre que a maioria dos registros eram realizados sem mostrar nenhum documento. 

O que fazer depois de ter montado a árvore genealógica da família?

que fazer depois de ter montado a árvore genealógica da família?

Com a  conclusão da primera etapa, que é a montagem da árvore genealógica, você provavelmente descobriu quem é o ascendente nascido na Itália ou em outro país da Europa. Além disso, a informação obtida com a árvore genealógica, permitirá saber se o reconhecimento da sua cidadania italiana, será por via administrativa ou judicial.

A emissão de todos os documentos localizados durante a pesquisa genealógica, em formato inteiro teor, permitirá que um profissional capacitado e conhecedor da lei italiana ou de outro país, realize a análise dos documentos. Dessa forma, você será informado se de fato tem direito ao reconhecimento de uma dupla cidadania, bem como os próximos passos a seguir, que normalmente são:

 

  1. Pesquisar e emitir eventuais documentos necessários não localizados, para comprovar a descendência italiana perante as leis italianas.
  2. Saber se você tem direito à cidadania italiana por via judicial ou administrativa.
  3. Conhecer quais são os erros que existem nos seus documentos e que você precisa corrigir para evitar qualquer problema no reconhecimento da dupla cidadania. Aconselhamos realizar a retificação de todos os registros civis e religiosos com empresa ou advogado que conheça a legislação italiana.
 

Concluir esses três passos, significa que você não só descobriu a genealogia da sua família, senão, que também está bem mais perto de realizar o sonho de conseguir a dupla cidadania italiana. 

O que fazer se não encontrar alguma certidão da família?

Não se desespere! É bastante comum que algumas certidões sejam mais difíceis de se encontrar, principalmente a de nascimento do antenato italiano na Itália. Isso se deve principalmente a que, naquela época, em muitos casos não era necessário apresentar documentação, como por exemplo, para casar. Dessa forma, muitos nomes e datas foram escritos de maneira incorreta, dificultando a localização dos mesmos hoje. 

Para tanto, oferecemos serviço de pesquisa de documentos tanto no Brasil, quanto na Itália. Contamos com genealogista com muitos anos de experiência e inúmeras certidões localizadas. Para conhecer nossos serviços e a opinião dos nossos clientes, basta clicar na imagem abaixo.  

Para mais informações ou sugestões, deixe seu comentário aqui embaixo, ou entre em contato conosco através do e-mail: info@tirarcidadaniaitaliana.org

Leia também:

Custos para reconhecer a cidadania italiana na Itália 2018

Quem tem direito à cidadania italiana
Cidadania italiana: documentos necessários
Onde reconhecer a cidadania: no Brasil ou na Itália?
Apostila de Haia: como funciona
A imigração na Itália em números
10 Curiosidades sobre a Itália
Porque fiz a cidadania italiana com assessoria?

Visite nossas redes sociais:

Escrito por: Simone T. Bianchi

Índice de conteúdo

Pode ser do seu interesse!

6 respostas

  1. Ola,gostaria de saber se minha bisavo p trás se for italiana eu consigo tirar cidadania ?porque minha bisavo tem sobrenome italiana ai queria sabe se alguns parentes dela p tras eu consigo tirar ou so vale no maximo p minha vó ou minha mae?

    1. Boa noite Ana! A cidadania italiana não tem limite de gerações. Portanto, se o trisavô, tataravô, etc é italiano, não se naturalizou brasileiro ou se naturalizou depois do nascimento da bisavó e houve a transmissão do direito de uma geração há outra. O número de gerações não é uma limitação.
      Qualquer dúvida, à disposição também por WhatsApp: http://bit.ly/39KvQJP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.